Tocantinense completa a centésima partida como árbitro assistente no Brasileirao
12/10/2017 - 0h34 em Notícias

Quando o árbitro assistente Fábio Pereira, da cidade de Araguatins, pisou no gramado do Estádio do Itaquerão, em São Paulo (SP), ontem (11), as 21h45, para trabalhar na vigésima sétima rodada do Campeonato Brasileiro entre o líder Corinthians x Coritiba, o tocantinense completou sua centésima partida como árbitro assistente, popularmente conhecido como bandeirinha, no Brasileirao.

“Passa o filme desde 1997 quando começamos a pitar jogos lá em Araguatins, em jogos feminino, e depois masculino, e hoje atingir essa marca histórica é o resultado de uma luta vencida. Agradeço a minha família que sempre me apoia nos momentos felizes e, sobretudo, nos mais difíceis que já passamos”, relembra o tocantinense, que é educador físico.

Fabinho como é carinhosamente conhecido pelos amigos, integra o quadro da Federação Tocantinense de Futibol (FTF) desde 2002. Seu primeiro jogo como profissional no Brasileirao foi na partida entre Botafogo 1x1 Figueirense, no Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ), no ano de 2007, portanto, há 10 anos.

“temos o compromisso, de a cada dia, estamos melhorando, pois somos visto pelos mais jovens como referência.”

FIFA

Como árbitro assistente da Fifa permaneceu de 2013 a 2015, onde teve a oportunidade de trabalhar em jogos das copas: Sul-Americana e Libertadores; Eliminatórias da Copa de 2014 e Copa América de 2015 no Chile.

 

“Sou muito grato ao Gasparino Bezerra e as pessoas da Federação Tocantinense de Futibol (FTF) que sempre acreditaram em meu potencial”, disse o professor. Na partida da noite de ontem, entre Corinthians e Coritiba, outro tocantinense esteve em ação como árbitro assistente, atrás de um dos gols: o juiz Alisson Furtado.

COMENTÁRIOS