Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Paraense viaja aos EUA como Jovem Embaixadora
12/01/2018 07:52 em Notícias

 Ao todo, são 50 estudantes de todo o país a fazer intercâmbio cultural

 

A jovem Myrian Suelen da Silva Wanzerley, 17 anos, é a única estudante do Estado do Pará selecionada para participar da décima sexta edição do Programa Jovens Embaixadores. Natural de Benevides, ela embarca hoje (11) com outros 49 estudantes da rede pública de todo o País para um intercâmbio cultural de três semanas nos Estados Unidos (EUA). Eles foram selecionados entre mais de 23 mil candidatos de todas as partes do território nacional. O programa é patrocinado pela Missão Diplomática dos EUA no Brasil e conta com o apoio de parceiros dos setores público e privado. O programa é uma de muitas iniciativas da Missão que buscam promover o diálogo e o entendimento mútuo entre brasileiros e americanos.

 

Segundo a paraense, a confirmação do seu nome como “jovem embaixadora” deu um novo rumo para os projetos da sua vida. “Quando vi o meu nome comecei a chorar. Foi um dos dias mais felizes da minha vida e mudou totalmente o meu destino. Eu sabia da viagem para os Estados Unidos, do intercâmbio, mas agora entendo que é uma experiência muito mais profunda. São 50 jovens incríveis, compartilhando sonhos, lutas e conquistas. É tanta gente incrível e engajada. Isso te dá muita inspiração para você poder lutar por algo melhor”, comemora Myrian, lembrando que tenta participar do programa desde o primeiro ano do ensino médio.

 

“Naquela época, eu não tinha inglês suficiente. Mas eu tinha o foco de participar desse programa; então comecei a estudar inglês sozinha para poder passar no terceiro ano. Só que isso era um sonho muito distante. Então, me dediquei muito, estudei todos os dias por esse objetivo, e, graças a Deus consegui.”

 

Para participar do programa, os candidatos devem, além de dominar o inglês, ser exemplos em suas comunidades – em termos de liderança comprovada, atitude positiva, consciência cidadã e excelência acadêmica. O principal objetivo do programa é valorizar e promover o fortalecimento da educação pública por meio desses jovens, transformando-os em modelos para seus colegas.

 

Myrian Wanzerley se destacou pelo seu ativismo à frente da diretoria de Saúde e Meio Ambiente no grêmio estudantil da escola Ana Teles, em Benevides.  “Eu me tornei ativista para mobilizar os alunos para poder lutar pelas coisas para a nossa escola. Essa passagem pelo grêmio estudantil abriu a minha mente para muita coisa, principalmente, a vontade de lutar pela nossa educação e a me despertar para o meio político. Então, eu comecei a realizar projetos, a mobilizar os alunos para campanhas, manifestações... e de pouco em pouco nós fomos mudando a nossa escola para melhor”, destacou.

 

O intercâmbio acontece de 12 de janeiro a 4 de fevereiro com uma programação exclusivamente voltada para o desenvolvimento da liderança jovem. Desde terça-feira (12), eles se reuniram em Brasília para entrevistas de visto, orientações e encontro com o embaixador P. Michael McKinley. Hoje, embarcam para a capital dos EUA, Washington D.C. Depois, seguirão em grupos menores para diferentes cidades americanas (Louisville/KY, Tulsa/OK, Reno/NE e Pensacola/FL), onde ficarão hospedados em casas de famílias voluntárias.

 

 

Durante essas três semanas, os jovens participarão de reuniões com autoridades do governo dos EUA, líderes comunitários, visitarão escolas e projetos sociais etc.

COMENTÁRIOS