Volume
Redes
Sociais
Instituições combatem violência contra infanto-juvenis
16/05/2018 - 6h05 em Notícias

Uma programação de prevenção e enfrentamento ao abuso sexual contra crianças e adolescentes está sendo proposta para discutir medidas de proteção a esse público. O trabalho é uma realização do Comitê Estadual de Enfrentamento à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes, que conta com a participação do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA). Entre as atividades, haverá, na quinta-feira, 17, ato público no prédio-sede do TJPA. A ideia central desta sensibilização é que mais casos cheguem ao conhecimento das autoridades. Estima-se é que apenas sejam conhecidos um pequeno percentual dos casos, que muitas das vezes acontecem no meio familiar.

De acordo com a juíza titular da Vara de Crimes Contra Crianças e Adolescentes, Mônica Maciel, que também integra o Comitê, cerca de 90% dos casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes ocorrem no ambiente familiar. Porém, só 10% dos casos chegam ao conhecimento das autoridades competentes. “Por isso é muito relevante incentivar a denúncia nos casos de violência contra crianças, justamente para tirá-las daquela situação. A programação tem o objetivo de divulgar a causa e fortalecer a rede de proteção através de informações relevantes sobre o tema, como a mudança no comportamento de crianças que sofreram abuso e a divulgação dos canais de denúncia”, destacou a magistrada. 

Dentre as ações do ato público, o presidente do TJPA, desembargador Ricardo Ferreira Nunes, receberá de um grupo de adolescentes que integram o Comitê uma carta com os pleitos sugeridos pelos jovens sobre o tema.

Outras ações

O Comitê também realizará o lançamento do documentário “Casamento Infantil”, que será realizado no dia 16, na Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Pará (OAB-PA); o Seminário de Enfrentamento a Violência Sexual de Crianças e Adolescentes, que ocorrerá no dia 18, na Universidade Federal do Pará (UFPA); além de roda de conversas sobre o tema em escolas para alunos e professores e ações de prevenção e orientação em diversos locais, ao longo dessa e da próxima semana.

Toda a programação é alusiva ao Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de maio;

COMENTÁRIOS