MENU
PF desativa garimpo ilegal em terra indígena de Cumaru do Norte
07/07/2024 09:19 em Notícias

Atividade era realizada no município de Cumaru do Norte, sudeste do estado. Diversos materiais usados durante os trabalhos foram apreendidos

Divulgação / Ascom PF

As ações fazem parte dos preparativos para a desintrusão da T.I. Kaiapó

Um garimpo ilegal na Terra Indígena (TI) Kayapó, localizada em Cumaru do Norte, cidade do sudeste do Pará, foi fechado pela Polícia Federal (PF) durante uma operação na sexta-feira (05).

 

Os agentes apreenderam e inutilizaram diversos materiais usados durante os trabalhos, como escavadeiras hidráulicas, um motor, um britador, um caminhão e uma retroescavadeira. Dois trabalhadores foram encontrados e ouvidos no local. Os demais fugiram para o mato.

 

As ações fazem parte dos preparativos para a desintrusão da T.I. Kaiapó, determinada pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Oeste do Pará

No oeste do Pará, os agentes da PF também deflagraram uma operação contra o garimpo ilegal. O esquema, realizado entre 19 de junho a 03 de julho em Itaituba, foi em conjunto com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e reprimiu, ainda, o desmatamento na Amazônia.

 

Durante a execução da operação, diversos equipamentos utilizados para o garimpo ilegal e o desmatamento foram apreendidos e inutilizados, incluindo 28 motores estacionários, 13 escavadeiras hidráulicas (PCs), 14 dragas, 03 caminhões, 01 motocicleta, 05 geradores e estruturas de apoio aos ilícitos, além da lavratura de diversos autos de infração.

 

Os prejuízos causados ao crime foram avaliados na ordem de 14 milhões de reais.

Segundo a PF, as ações conjuntas representam avanços significativos na luta contra o garimpo ilegal e na proteção do meio ambiente no oeste do Pará, evidenciando que a união de esforços entre diferentes órgãos e instituições é fundamental para enfrentar os desafios ambientais do Brasil.

COMENTÁRIOS