Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
São pelo menos sete as vítimas dos maníacos de Marituba
13/01/2020 12:33 em Notícias

Polícia Civil diz que mais casos podem surgir após prisões deste fim de semana

 

Já são sete as vítimas dos casos que envolvem estupros em série e uma morte apurados em Marituba, incluindo o caso de Samara Mescouto, morta este fim de semana na Grande Belém. E o primeiro caso de estupro foi registrado ainda em junho do ano passado.

É o que confirmou em coletiva na  manhã desta segunda (13) o delegado geral  da Polícia Civil do Pará. Alberto Teixeira declarou que outras vítimas deverão surgir a partir de agora, após a prisão do maníaco de Marituba. A polícia deu ainda detalhes de como o acusado abordava as vítimas pelas redes sociais.

Acusados de estuprar e assassinar jovem esteticista são capturados em MaritubaEste domingo (12) a Polícia Civil apreendeu  um adolescente e prendeu em flagrante um homem que inicialmente seriam os autores dos crimes de sequestro, roubo e estupro contra quatro mulheres no município de Marituba, região metropolitana de Belém.

 

Esta segunda-feira (13) o delegado-geral Alberto Teixeira detalhou na coletiva o eu está sendo feito para elucidar fatos na investigação realizada.

Uma moto, celulares e uma bicicleta foram apreendidas pelas equipes das forças de segurança do Estado. Samara Mescouto, uma das vítimas, estava desaparecida desde a sexta feira (10) e foi encontrada morta.

A esteticista foi encontrada morta no final da tarde de domingo (12), em um matagal situado no conjunto Beija-Flor, às proximidades da residência de um dos suspeitos do crime.

Samara havia saído para trabalhar, estava indo atrás do sustendo dos seus três filhos, quando foi enganada, estuprada e assassinada. Ela saiu de casa para fazer um serviço de estética por apenas R$ 60.

Ainda no domingo, horas antes da descoberta do cadáver, um homem foi preso e um adolescente de 17 anos foi apreendido como suspeitos de roubar, estuprar e assassinar a jovem.

Além do feminicídio, os dois são apontados como responsáveis pelo rapto de quatro mulheres. Os suspeitos foram detidos pela Polícia Civil após dois dias de buscas.

Outra jovem de 20 anos, que terá sua identidade preservada, também foi vítima do "maníaco de Marituba", no final de semana. Ela está internada no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua, em estado grave. Ela e a irmã, que moram no bairro da Sacramenta, em Belém.

 

Fonte: ORM

COMENTÁRIOS