Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Operação apreende motosserras, munições e madeira ilegal em Novo Progresso
15/09/2020 23:40 em Notícias

Militares do Comando Conjunto do Norte (CCN), em conjunto com a Força Nacional e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), apreenderam, na manhã desta segunda-feira (14), no município de Novo Progresso, sudeste paraense, motosserras, munições de diversos calibres, madeira serrada da espécie castanheira e outros materiais provenientes de desmatamento ilegal. No local, nenhum responsável foi encontrado. A ação faz parte da Operação "Verde Brasil 2".

 

De acordo com o CCN, uma Base de Operações Tapajós foi montada em Novo Progresso, na altura da BR-163, desde o dia 31 de agosto, contando com os órgãos de fiscalização para coibir delitos ambientais na região. Na ação desta segunda, além do Ibama e da Força Nacional, também participaram militares do 53º Batalhão de Infantaria de Selva. Foi utilizada, ainda, uma aeronave Cougar HM3 da Força Aérea Brasileira (FAB).

Apreensões

 

Durante mais de quatro meses de trabalho da Operação "Verde Brasil 2", houve a apreensão de 5.053 metros cúbicos de madeira, 8.050 toneladas de minério, 139 ações de combate a incêndio, 6.943 litros de combustível, 52 veículos ilegais para transporte de madeira e outros delitos, 458 materiais (motosserras, correntes, motores, armamentos, munições, etc). Ainda, 190 embarcações recolhidas, 16 detidos e mais de R$244 milhões de multas aplicadas.

Operação Verde Brasil 2

A Operação Verde Brasil 2 é coordenada pelo Ministério da Defesa. Está no escopo do Conselho Nacional da Amazônia (CNA), conselho regulado pela Vice-Presidência da República, em apoio aos órgãos de controle ambiental e de segurança pública. A missão deflagrada pelo Governo Federal, em 11 de maio de 2020, visa ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais na Amazônia Legal.

 A determinação presidencial para emprego das Forças Armadas em Garantia da Lei e da Ordem (GLO) foi publicada no Diário Oficial da União, por meio do Decreto n° 10.341, de 6 de maio de 2020. Em 9 de julho, a GLO foi renovada até 6 de novembro, por meio do decreto presidencial 10.421.

COMENTÁRIOS