Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Homem é condenado a 92 anos de prisão por matar ex-companheira e enteados
19/01/2021 02:13 em Notícias

A prisão deve ser cumprida em regime fechado

 

 

 

Por Akira Onuma / O Liberal

 

Benonias Esquerdo da Costa foi condenado a 92 anos de prisão em regime fechado pelos homicídios da ex-companheira e duas crianças enteadas, em sessão do tribunal do júri no fórum da Comarca de Monte Alegre, no oeste paraense.

O crime aconteceu em maio de 2017.

A decisão foi proferida na última sexta-feira (15), mas só foi divulgada nesta segunda-feira (18).

 

No âmbito das investigações, foi apurado que na noite do dia 10 de maio de 2017 na comunidade de Camará, na zona rural de Monte Alegre.

O suspeito matou sua ex-companheira e os dois filhos da mulher (enteados de Benonias), de sete e onze anos, “por motivo fútil e executando sua conduta de modo cruel’’. Ele cometeu os crimes após uma discussão com a mulher sobre o fim do relacionamento.

 

“Evidente era a intenção do denunciado de ceifar a vida das vítimas, conduta esta praticada no âmbito das relações domésticas e familiares caracterizando a violência de gênero contra a vítima mulher (companheira), agindo de maneira que dificultou ou impossibilitou a defesa das vítimas, de modo cruel, sendo possível perceber que o ilícito foi perpetrado por motivo que se revela insignificante e desproporcional, portanto, fútil, praticando ainda sua conduta contra pessoa menor de 14 anos de idade”, pontua o promotor de justiça do Ministério Público do Pará, Luciano Augusto Araújo da Costa.

 

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE