Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Governo do Estado incentiva produção artística durante pandemia
30/07/2020 06:58 em Notícias

Em tempos de pandemia da Covid-19 e distanciamento social, é raro encontrar uma pessoa que não tenha assistido um filme, feito uma fotografia, lido um livro ou escutado uma música. A arte atravessa o dia a dia das pessoas, mesmo que elas não se deem conta, por isso o Governo do Estado criou projetos para estimular a produção artística, de forma remota, nesse período de isolamento social.

Mais de 600 poemas foram publicados durante cerca de 120 dias da Campanha "Poesia na Uepa". O projeto, idealizado pelas equipes do Laboratório de Artes e Humanidades Médicas e da Assessoria de Comunicação da Universidade do Estado do Pará busca integrar a saúde em convergência com o fazer artístico e promove vínculos afetivos entre as pessoas, por meio da criação de conteúdo. 

“A arte está viva em nós. Diante do isolamento, a arte é capaz de produzir contato social, mesmo que virtualmente, quando você recebe ou compartilha algo que fez, ouviu ou assistiu. Muitos dos poemas divulgados nessa Campanha foram feitos por pessoas que jamais haviam escrito ou lido poesias na vida e tiveram a oportunidade de ter acesso a esse tipo de expressão artística”, afirma a coordenadora do Laboratório de Artes e Humanidades Médicas da Uepa, professora Luciana Carreira. Os poemas são divulgados por meio do perfil no Instagram

Segundo a professora, o desenvolvimento de atividades no campo da arte é indicado para todas as pessoas, sobretudo, para crianças durante a pandemia. Elas podem, através do estímulo à criatividade, aprender com os próprios sentimentos, sobre a realidade da vida, desenvolver a percepção sensorial e fortalecer habilidades motoras e cognitivas.

Apaixonada pelas diferentes expressões artísticas, Valentina Faria, de 8 anos, é aluna de teatro e afirma que a arte pode salvar as pessoas, especialmente, agora, no isolamento. “Ficar dentro de casa, às vezes, não é muito legal, e a gente fica triste. Mas a arte salva as pessoas na pandemia. Me sinto feliz, alegre e confortável quando estou fazendo algum tipo de arte, principalmente, nas minhas aulas de teatro”, garante a menina.

COMENTÁRIOS